Como Escrever Uma Carta Passo a Passo

Como Escrever Uma Carta Passo a Passo

 Aprenda agora como escrever uma carta social, daquelas que a gente escrevia na época que não existia a internet. 

Sim é bem verdade que nos dias de hoje a era digital, internet, redes sociais, WhatsApp, Telegram, entre outras coisas, as novas gerações talvez nem saibam o que é uma carta.

Entretanto, escrever uma carta a mão pode demonstrar sobretudo um gesto de afeição.

Por isso, resolvemos ensinar como escrever uma carta mostrando o passo a passo.

Atualmente até mesmo o e-mail está entrando em desuso, apesar de precisarmos dele para muitas coisas.

Afinal, tudo cedeu lugar a comunicação instantânea, devido principalmente a agilidade e praticidade na resolução de questões práticas para o dia a dia.

Porém, há quem goste de escrever cartas sociais, nem que seja para relembrar os velhos tempos. Além de ser um gesto que encanta quem recebe.

Diante disso, se você deseja relembrar como se escreve uma carta ou mesmo aprender caso ainda não conheça, esse artigo é para você.

Acompanhe agora o passo a passo de como escrever uma carta e pratique esse bonito gesto.

Passo a Passo de Como Escrever Uma Carta

Escrever uma carta não é difícil, requer apenas prática e um pouco de atenção. Veja abaixo o passo a passo que preparamos:

1.   O que é uma carta e quais são os tipos

Quando pensamos em carta geralmente geral a primeira que vem à cabeça é a carta social.

Isto é, a carta no estilo mais informal destinada a familiares e amigos usada para expressar sentimentos.

Esse é o tipo de carta mais comum e por isso daremos o passo a passo dela.

Mas também existem outros tipos de cartas como documentos, cartas destinadas a instituições de ensino e até mesmo caixa de apresentação para se conseguir um emprego.

2. Destinatário e remetente

Para quem está aprendendo é importante definir destinatário e remetente.

Remetente é a pessoa que escreve e envia a carta.

Destinatário é a pessoa que recebe a carta.

O lugar do nome do destinatário é no frente da carta e do remetente fica no verso, mais na frente vai ter uma explicação melhor sobre os lados

3. Estrutura da carta

Uma carta social convencional deve conter uma apresentação composta por local (cidade) na data em que foi escrita.

Por exemplo: Belo Horizonte, 17 de julho de 2019.

Escrito exatamente assim: letra inicial maiúscula e o mês escrito por extenso.

Após apresentação é a hora da saudação quando estamos tratando com algum tipo de autoridade ou uma pessoa desconhecida, como um recrutador de uma vaga de emprego, costumamos colocar uma saudação do tipo:

Prezado (a), ou senhor (a) mas no caso de cartas para familiares e amigos essa formalidade pode ser dispensada.

A saudação para um amigo pode ser simplesmente um: Oi, tudo bem?

Após a saudação, é hora de começar a escrever o texto da carta. Esse texto com as informações que você pretende passar ao destinatário é chamado de corpo da carta.

Por fim, escrito todas as informações que devem ser passadas, é hora da despedida.

A despedida pode ser também algo simples como “um abraço” ou “cordialmente” acompanhado de vírgula nome e sobrenome do remetente.

Por exemplo: Cordialmente, Ana Júlia.

Cuidados ao escrever uma carta

Exemplo de corpo de uma carta

Além de ter uma estrutura bem montada, uma carta social precisa de atenção a alguns cuidados como ortografia e forma de transmitir a mensagem desejada.

Não que seja necessário utilizar palavras muito rebuscadas e difíceis, principalmente quando a carta é endereçada a uma pessoa conhecida.

Apesar disso, uma carta que apresenta uma ortografia cuidadosa, informações claras e agradáveis sem dúvidas enche os olhos de quem recebe a carta.

Portanto, cuide da ortografia. Procure escrever as palavras da forma mais correta possível, e evite abreviar e utilizar a forma como se escreve nas redes sociais.

É perfeitamente possível se utilizar de uma linguagem informal e escrever uma carta esteticamente bonita. Ademais, escreva de forma clara, direta e também afetuosa.

Passe a mensagem de forma alegre e escreva informações relevantes para pessoa, como novidades agradáveis.

Hoje em dia, pode-se dizer que as cartas servem para transmitir boas notícias. Já que existem inúmeras outras formas para de resolver coisas urgentes no cotidiano.

Então se aproveite disso para transmitir alegria ao seu destinatário.

Correios

Feita a carta, é a vez de pensar na forma de envio.

São várias possibilidades, mas podemos começar falando das regras de preenchimento do envelope para que a carta seja postada entregue corretamente. Acompanha as regras a seguir:

Dobre a folha da carta do lado inverso ao escrito duas ou três vezes. Escolha um envelope e saiba que há uma ordem de preenchimento dados do destinatário e do remetente.

A frente é considerada a parte lisa, atrás da abertura. Esse é o lado do destinatário, enquanto a o lado da abertura é o verso, onde vão os dados do remetente.Os dados tanto do remetente quanto de destinatário são os seguintes:

  • Nome completo;
  • Endereço completo (rua, número da casa ou do apartamento, bairro, cidade, estado e CEP, que é o código de endereçamento postal) das duas pessoas.

Os correios disponibilizam as mais diversas formas de envio da carta:

  • Carta comum;
  • Carta registrada (que disponibiliza código de rastreamento para você acompanhar o recebimento);
  • Sedex (também são várias opções para que o recebimento seja mais rápido entre elas estão Sedex Sedex 10 Sedex 12 e Sedex hoje).

 Os valores e prazos de recebimento variam de acordo com a distância entre o endereço da postagem e endereço que receberá a carta. Consulte o site dos Correios para saber mais.

A ideia de escrever uma carta é bastante atrativa e diferente para os dias atuais. Apesar de muita gente achar ultrapassado, escrever uma carta pode ser uma boa e diferentes surpresa para quem recebe.

Agora que você já sabe como escrever uma carta, coloque em prática e surpreenda.

E se você gostou do artigo, compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas tomem conhecimento e façam o mesmo.

Como Você Pode Melhorar A Sua Escrita?

Como Você Pode Melhorar A Sua Escrita ?

Não se escreve mais como antigamente

Vivemos hoje em uma sociedade quase automatizada, na qual a prática da escrita como se tinha antes (nos papéis), é quase inexistente.

Até mesmo as escolas, pararam de utilizar o método de escrita em cadernos e algumas já estão aderindo ao método da internet.
Na verdade, é difícil dizer que foi a internet a responsável pela escrita das pessoas ter piorado, mas é fato que as pessoas pararem de escrever de forma clara e objetiva, além de muitas vezes a utilização da norma culta, ter deixado de ser utilizada e exigida nas escolas.

Não só as escolas, mas a sociedade em geral, deixou de valorizar a norma culta de utilização tanto de fala quanto de escrita.

Os problemas que causaram
Charge sobre a exclusão do trema e mudanças no hífen

Não significa que não utilizar a norma culta, seja algo que se possa considerar ruim, mas a ausência da utilização da norma culta dentro da sociedade, fez com que as pessoas parassem de utilizar a escrita de forma correta.

Isso sem contar o básico: em 20 anos nós já tivemos diversas mudanças na nossa língua, para que se pudesse aproximar nossa língua da nossa língua matriz portuguesa, mudando então algumas palavras como é o caso da palavra ideia, que antes tinha acento e agora já não tem mais, ou a anulação do trema( ¨ ), que não existe mais, então é normal que a sociedade tenha seus conhecimentos defasados.

Na verdade, são vários os fatores que fazem com que a escrita das pessoas seja piorada conforme o tempo.

Outro fator também que piorou muito a escrita das pessoas é o fato de que nossa mente não trabalha a todo momento 100% ativa para lembrar de todas as palavras que a pessoa já conheceu, como também não se pode imaginar que as pessoas possam lembrar de todas as palavras já aprendidas no passado, mas que não são muito utilizadas atualmente, fazendo com que a pessoa tenha problemas com a escrita.

Os vários problemas de escrita

Existem diversos problemas para se escrever

Por incrível que pareça, apesar da escrita ser algo normal. A utilização da mesma pode ser feita de maneira muito diferente.

Por exemplo se uma pessoa te disser que tem problemas na escrita você pode pensar que ela não sabe escrever uma palavra, ou que ela não sabe escrever por conta da caligrafia, ou pode ser um problema também com a norma que se utiliza a mesma.

Enfim. Os problemas são vários, então é preciso entender primeiro qual o problema da pessoa com a escrita para depois se dizer como melhorar ela, no entanto vamos falar basicamente do primeiro e do último para que se entenda melhor como resolver o problema.

Problemas com o não se saber como usar a escrita

É bom saber escrever para poder identificar erros

Como já dito no início do texto, é muito difícil mesmo se entender como se escreve tal palavra hoje e isso pode não parecer importante, mas no fundo pode ajudar as pessoas na hora de enviar um e-mail, ou escrever um texto sobre determinado assunto no Facebook, ou enviar uma mensagem para um parente, enfim, são vários os motivos pelos quais as pessoas podem querer deixar de ter problemas com a escrita, então esse texto pode te ajudar a entender melhor como melhorar a sua escrita.

Mas como eu disse é preciso antes entender os meios que podem te causar isso, que dependem de você como por exemplo a falta de leitura, mas daremos mais a frente algumas dicas para que isso possa melhorar

Problemas com a norma culta

Não precisa ser uma pessoa culta para saber escrever com as normas cultas

Essa é para as pessoas que pretendem trabalhar com comunicação ou com profissões quais as pessoas tenham de enviar emails ou mensagens para pessoas importantes como um presidente de uma multinacional, ou um juiz.

Sabemos também que em alguns casos é preciso que se utilize pronomes de tratamento com juízes ou mesmo com políticos ou coisas importantes, portanto, vejam amigos, que a escrita na norma culta é essencial para as pessoas que estão em idade de entrar no mercado de trabalho ou que estão desempregadas.

Descubra tudo sobre a escrita, uma historia incrível que revolucionou a humanidade!

O grande problema nisso é que as grandes empresas estão buscando hoje pessoas que saibam utilizar além do português excelente, também da norma culta da língua portuguesa.

Isso se tornou básico e pode ser um impedimento no caso de um processo seletivo.

Dicas para melhorar na escrita

Entenda a língua que está escrevendo

Ler mais: Se me perguntassem o que acho ser essencial para que uma pessoa possa ter uma escrita melhor para não errar palavras, o que eu diria que é um bom início é terno hábito da leitura, parece que não, mas o nosso cérebro consegue identificar as palavras certas quando nós estamos lendo algo.

Portanto se você puder ter o hábito de ler um livro ou ler um texto seria ótimo para você aprender melhor as palavras.

Se está em dúvida em uma palavra. Olhe o dicionário: Pode parecer redundante, mas escrever palavras certas depende de ver como elas são escritas. Então se você está na dúvida da escrita de uma palavra, você deve olhar o dicionário para ver como se escreve. Essa talvez seja a principal dica para quem não tem muito conhecimento das palavras

O bom é que podemos usar a tecnologia a nosso favor, existem diversos aplicativos de dicionários que com certeza irá lhe ajudar na pesquisas e os mesmo te influenciam a aprender novas palavras com desafios, palavra do dia e outras coisas bem interessantes.

Aprenda na prática: Se você já passou por esses dois primeiros processos, o que você acha de aprender isso na prática? Exatamente. Na prática.

Escreva de 2 a 3 textos curtos por dia e utilize a última regra.

A prática leva a perfeição

Entenda as regras gramaticais: Essa é a dica mais difícil de todas, pois o português não é uma língua tão simples e existem muitas regras que são essências saber para poder escrever com o mínimo de erros possíveis.

Muitas vezes para se saber se se está escrevendo certo você precisa apenas entender a regra que cabe naquela palavra.

Você por exemplo já ouviu falar da regra do m antes da letra p e da letra b? É uma simples exemplo de regra gramatical que pode te ajudar a escrever melhor.

Além também das regras de acentuação gráfica (palavras proparoxítonas, paroxítonas e oxítonas). 

Para os problemas na norma culta: Os problemas com a norma culta vão muito além, no entanto você pode usar as dicas anteriores, mas tem que ser de uma forma diferente.

Por exemplo: vamos imaginar que você queira escrever na norma culta, que tal você pegar um livro com um palavreado mais adequado?

Se você está buscando escrever na norma curta é porque sabe escrever as palavras corretamente, só quer escrever diferente, então você deve aprimorar sua escrita conforme tais normas.